sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Smart Cities na Campus Party MG


A 2ª edição da Campus Party Minas Gerais aconteceu concomitantemente com a FINIT - Feira Internacional de Negócios Inovação e Tecnologia no Expominas em Belo Horizonte e contou com a participação do Prof. Dr. Hélio Lemes, da Unifal-MG.

O professor foi convidado a falar sobre startups e empreendedorismo e suas relações com as cidades inteligentes (ou smart cities). Cidades mais inteligentes precisam de startups mais espertas. Novas tecnologias têm criado ambientes melhores para a vida em comunidade. A cidade, o principal ambiente do nosso convívio, tem problemas de mobilidade, segurança, saúde, educação, limpeza e outros que podem ser resolvidos ou amenizados com aplicação de soluções baseadas em tecnologias inovadoras, que surgiram há poucos anos ou meses.

Há um enorme potencial de inovação e empreendedorismo para quem quer solucionar os problemas da vida nas cidades. A sua startup está atenta a esse potencial e pronta para aproveitar essas oportunidades? Descubra assistindo o vídeo da palestra Smart Startups for Smart Cities.

A Campus Party cada vez mais se consolida como um dos eventos mais importantes de tecnologia do mundo e já tem inscrições abertas para a sua maior edição nacional, que acontece no final de janeiro no Anhembi, em São Paulo.






terça-feira, 14 de novembro de 2017

Aprendendo a Aprender na Unifal


Hoje, 14 de novembro de 2017, aconteceu o encerramento do projeto Aprendendo a Aprender, que é organizado por alunos da graduação da Unifal, no campus Varginha. 

Os alunos do Instituto de Ciências Sociais Aplicadas, participam do PET-BICE, Programa de Educação Tutorial e organizam um curso preparatório para o ENEM - Exame Nacional do Ensino Médio, oferecido a estudantes do ensino médio de escolas públicas de Varginha. 

Para o encerramento do projeto de 2017,a aluna do 6° período do Bacharelado Interdisciplinar em Ciência e Economia, Letícia Lopes, convidou o Prof. Hélio Lemes para fazer uma palestra sobre oratória, preparando os estudantes para a vida acadêmica e profissional. 

Na selfie acima os alunos, com os integrantes do PET-BICE e o palestrante da noite participando do encerramento do projeto, que teve duração de oito meses.

terça-feira, 7 de novembro de 2017

Falando na FINIT sobre o mundo do trabalho


Entre 31 de outubro e 4 de novembro, Belo Horizonte recebeu a segunda edição da FINIT (Feira Internacional de Negócios, Inovação e Tecnologia), no Expominas. O evento reuniu, em um só lugar, grandes e consolidados eventos e um público bem diverso: startups, grandes empresas, estudantes, pesquisadores, profissionais da área de tecnologia e interessados nas temáticas abordadas.

Um dos espaços da FINIT foi a Arena de Negócios, onde os ecossistemas locais inovação de Minas Gerais levaram conteúdos do interior do estado para troca de informações e experiências com os integrantes de outros ecossistemas na capital.

O Prof. Hélio Lemes, da Unifal-MG, foi convidado pela comunidade Coffee Valley de Varginha para se apresentar no palco da Arena de Negócios com a palestra: Hackeando o Mundo do Trabalho.

O professor falou sobre as transformações nas relações de trabalho, principalmente na área de tecnologia e nas startups, afinal o mundo do trabalho nos mudou ou fomos nós que o mudamos? Onde está o emprego estável, as regras claras, horários fixos e a garantia de que tudo permanecerá como está? Finalizou apresentando uma análise de como sobreviver às mudanças no ambiente de trabalho da geração Y e fazendo recomendações para se manter relevante profissionalmente.






sábado, 28 de outubro de 2017

Presença no Tedx Itajubá

Abertura artística do Tedx Itajubá, no dia 27 de outubro

O Tedx Itajubá aconteceu após intensa preparação do CEU - Centro de Empreendedorismo da Universidade Federal de Itajubá e com o apoio do Sebrae, da Fapemig, da Prefeitura de Itajubá dentre outros.

Em um teatro lotado com quase 800 pessoas foram apresentadas oito palestras sobre temas diversos, mas associados entre si, como medicina, astronomia, física, biologia, tecnologia, etc. O fio condutor foi a Ciência e cada apresentação destacou sua relevância para a Sociedade.

Com o palestrante Bruno Nupesc, pesquisador na área de Astrobiologia

O Prof. Dr. Hélio Lemes esteve presente no evento em busca de estabelecer novos contatos com cientistas para possíveis interações de pesquisa e aproximação institucional entre centros de ciência e tecnologia.

Veja um vídeo resumido dos temas tratados no TedxItajubá. Os vídeos das palestras completas devem ser publicadas em breve no site do TED.

Fetin: Feira Tecnológica do Inatel em sua 36ª edição

A Fetin - Feira Tecnológica do Inatel é a maior feira de tecnologia que acontece no interior de Minas Gerais. Em outubro de 2017 aconteceu a 36º edição desta tradicional feira que apresenta projetos tecnológicos, desenvolvidos por professores e alunos do Inatel e que atrai público de diversos lugares do país, em busca de aprendizado e oportunidades de negócios.

O Prof. Hélio Lemes esteve presente na feira com objetivo de explorar as inovações tecnológicas lá apresentadas, pois há diversas iniciativas referentes à Internet da Coisas - IoT (Internet of Things), uma tendência tecnológica recente que está diretamente relacionada com os interesses de pesquisa do professor na Unifal, que são as cidades mais inteligentes.

Crianças visitando e se divertindo no espaço maker da 36ª Fetin

A feira teve duração de três dias e recebeu milhares de visitantes de diversos segmentos da sociedade: professores, pesquisadores, empresários, investidores e principalmente estudantes e muitas crianças curiosss pelas inovações em eletrônica, telecomunicações, robótica e afins.  

Fetin 2017 Inatel #theta360 - Spherical Image - RICOH THETA

sexta-feira, 27 de outubro de 2017

Ciência de Boteco

Nos dias 24 e 26 de outubro passados o CEU - Centro de Empreendedorismo da Universidade Federal de Itajubá realizou a 1ª edição do Ciência de Boteco. Foram duas noites regadas a cerveja e ciência! O evento fez parte do calendário da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia.


O evento segue o modelo do Pint of Science, um festival internacional de divulgação científica que nasceu na Inglaterra em 2013. No Brasil, em 2015 apenas a cidade de São Carlos participou do evento, já em 2016 foram sete cidades e Belo Horizonte foi a primeira cidade mineira a participar. O festival cresce rapidamente e em 2017 foram 22 cidades no Brasil.

O projeto tem objetivo de divulgação científica e de aproximar as pessoas dos cientistas, em diversas áreas do conhecimento, para que todos tenham a chance de perguntar aos especialistas de verdade aquelas coisas que você viu nos filmes e ficou morrendo de curiosidade pra saber se eram verdades.

O Ciência de Boteco é um projeto piloto para preparação na participação do Pint of Science e o Prof. Hélio Lemes da Unifal, esteve presente no intuito de trazer o aprendizado necessário para realizar eventos nos mesmos moldes no campus de Varginha da universidade.

No Mineiro Chacutaria, no dia 26 de outubro estiveram Bruno Nupesc falando sobre Astrobiologia e Angelita Gomes falando sobre tecnologia para potencializar talentos.

Em Itajubá foram 2 dias, 4 bares, 8 cientistas e pesquisadores falando sobre o Universo, a Vida, comunicação ótica, radiação. Espere novidades para o evento de Varginha no primeiro semestre de 2018. Em breve serão publicadas mais novidades neste blog e na imprensa local.




Ciência de Boteco Itajubá #theta360 - Spherical Image - RICOH THETA

terça-feira, 24 de outubro de 2017

Netflix e Spotify são serviços?

Recentemente o Prof. Hélio Lemes foi consultado sobre a classificação dos serviços de stremaing de áudio e vídeo e concedeu a entrevista que se segue para as estudantes de Ciências Contábeis da Faceca, Rafaela Pereira, Alaís Reis e  Aryane Lourenzoni. Elas são alunas do Prof. Flávio Ricetto, matriculadas no 8° Período.

1) O streaming é uma tecnologia relativamente nova e de difícil conceituação, por se tratar de um termo estrangeiro. Como você conceitua o streaming?

Hélio: Na verdade, o streaming segue o mesmo conceito que a transmissão broadcast (difusão de um para muitos), assim como a transmissão de TV e do rádio. A diferença é que cada pessoa pode escolher o que quer ouvir/assistir e não é preciso seguir uma programação única. Portanto, ao mesmo tempo que é broadcast, é também semelhante a pegar um livro na biblioteca, pois você escolhe o que quer em um catálogo e consome o conteúdo na hora e no ritmo que quiser, como se lesse um livro. Diria então que o streaming é a mistura destes dois formatos de consumo, mas não passa de uma forma de disponibilizar conteúdo para ser consumido pelos clientes (pagantes ou não).

2) Acredita que ele se enquadra como uma prestação de serviços? Por quê?

Hélio: Sim. Por analogia e por eliminação, podemos dizer definitivamente que não é o fornecimento de um bem ou produto, pois, quando você paga para consumir o conteúdo, você não adquire o direito absoluto sobre ele. O direito continua sendo do autor e seus representantes. Você, na verdade está comprando o direito de ter acesso àquele conteúdo, assim como o faz quando compra um livro. Você compra o livro (o papel), mas não a obra que está nele registrada, por isso mesmo que você tenha comprado o direito de lê-lo, você não pode produzir um filme sobre a história ali contida, porque a obra continua sendo do autor. Se você não comprou o bem/produto, mas está se beneficiando dele, o serviço de streaming é o intermediário que lhe vende o acesso àquela obra do autor, portanto, um prestador de serviço.

3) É possível afirmar que empresas como a Netflix sejam concorrentes diretas de TV por assinatura, por exemplo? Por quê?

Hélio: Sim. Na prática, basta ver os números decrescentes de assinantes de TVs por assinatura, simultaneamente aos números crescentes de assinantes de streaming. O mesmo acontecendo com o rádio. A audiência vem caindo enquanto as pessoas estão ouvindo música por streaming, nos carros, comércios e em casa.

4) Com o aumento no número de usuários no país, o Spotify pode estar fazendo com que os outros meios de transmissão de áudio percam espaço?

Hélio: Sim. Isso já está acontecendo, porém não é o fim do rádio, apenas uma diversificação de opções que reduzirá a importância do rádio no curto prazo, caso o rádio não se reinvente. Hoje as pessoas estão ouvindo Spotify, mas se o conteúdo do rádio for mais interessante do que apenas uma playlist, as pessoas vão optar por ouvir o rádio via streaming. Para sobreviver o rádio terá que se reinventar mais uma vez, pois isso aconteceu com o lançamento da fita cassete, do CD, etc. Não duvido também que serviços como Spotify passem a transmitir canais de rádio no futuro, diversifica o seu catálogo de opções.

Link interessante: Android Auto e CarPlay causam redução na audiência de rádio

sábado, 21 de outubro de 2017

Feira de Inovação: Inova Unis

Professor da Unifal participou como jurado de projetos de inovação do grupo Unis em Varginha. O evento reuniu todos os trabalhos que concorrem no Concurso Inova Unis, são 135 projetos no total que buscam soluções para problemas reais de empresas da cidade e região.

Professores Hélio Lemes (Unifal) e Lívia Ciacci (Unis)

Os vencedores têm vaga garantida no próximo Congresso Internacional da Rede Acinnet, que acontecerá em Portugal no ano que vem. Os projetos apresentados no dia 21 estão disponíveis no canal do YouTube do Centro de Empreendedorismo, Pesquisa e Inovação (CEPI). A cada visualização ou curtida nos vídeos, as equipes vão acumulando pontos que contarão no momento da premiação final do concurso.

O Prof. Dr. Hélio Lemes foi convidado pela segunda vez para atuar como jurado no concurso, devido a sua atuação na área de inovação e empreendedorismo, não só julgando, mas orientando os desenvolvimentos futuros dos projetos apresentados.

Dentre os trabalhos apresentados existem alguns que já se destacam no interesse do público e da comunidade acadêmica. Os alunos desenvolveram, por exemplo, um aplicativo para acelerar o processo de compras nos supermercados, uma maca ajustável, um carrinho de compras autônomo, um drone aquático para auxiliar no resgate de vítimas de afogamento, um sistema móvel para agendamento e notificação de medicamentos, um projeto de desconto em estacionamentos a partir da coleta seletiva de lixo, um banco de sangue móvel, um aplicativo para tornar o atendimento em bares e restaurantes mais rápido e eficiente, dentre muitas outras ideias inovadoras.

Em sua segunda edição, o projeto cresceu em números e, consequentemente, em ideias inovadoras. São quase 600 alunos envolvidos, frente aos 400 que se inscreveram em 2016. O número de equipes mais que duplicou: de 80 para 165 neste ano, números que mostram a evolução do projeto.

Informações do portal de notícias do Grupo Unis. Foto do Prof. Hélio Lemes.

sexta-feira, 20 de outubro de 2017

Inauguração do Google Developers Group (GDG) de Varginha


No dia 20 de outubro aconteceu o primeiro encontro do GDG, Google Developers Group de Varginha, no auditório do Via Café Garden Shopping, com o objetivo de se faze uma apresentação geral do grupo aos seus participantes.

O Prof. Dr. Hélio Lemes, membro do grupo, participou da apresentação dando as boas vindas aos integrantes e incentivando o compartilhamento de conhecimento em iniciativas voluntárias como esta.

O grupo foi criado por jovens profissionais de Tecnologia da Informação da cidade, que, com o apoio do Google, promovem a difusão das ferramentas de desenvolvimento da empresa entre os profissionais que precisem se atualizar.

A partir de agora haverá encontros mensais para apresentações, oficinas e tira dúvidas tecnologias do Google, como Google Cloud Platform, Firebase, Google Maps API, entre outras.

O grupo é aberto, a participação é franca e você pode participar virtualmente ou presencialmente através da inscrição no meet-up do GDG Varginha.


terça-feira, 10 de outubro de 2017

Avaliador de Trabalhos em Simpósio da Unifal

A Unifal realiza anualmente um evento cientifico que oportuniza aos docentes e discentes apresentarem os resultados e o andamento de suas pesquisas para a comunidade acadêmica. Desde sua primeira edição, o Prof. Dr. Hélio Lemes colabora fazendo avaliação dos artigos e demais trabalhos que são submetidos ao simpósio.

Neste ano o III Simpósio Integrado UNIFAL-MG será realizado no período de 30 de outubro a 30 de novembro de 2017 e tem como objetivo a apresentação da produção acadêmica desenvolvida por alunos - bolsistas e voluntários - da UNIFAL-MG no âmbito dos Programas de Iniciação Científica, da Pós-Graduação, dos Programas e Projetos de Extensão, do PET e do PIBID. As atividades virtuais do evento acontecerão de 30 de outubro a 24 de novembro de 2017 e as atividades presenciais, no dia 30 de novembro de 2017.

Saiba mais sobre o evento no site oficial do evento.

Selecionando as 100 melhores Startups


As grandes empresas, cada vez mais percebem o quanto precisam da agilidade e criatividade das nascentes startups para resolverem seus problemas. Neste sentido o movimento 100 Open Startups trabalha para reunir as corporações com empreendedores interessados em desafios.

Esta é a ideia central do movimento 100 startups, que escolhe anualmente as 100 pequenas empresas de base tecnológica que sejam as mais atraentes para resolver os desafios das grandes empresas, atuando juntas no conceito de open innovation. O Prof. Dr. Hélio Lemes, conselheiro da Agência de Inovação da Unifal, participa da rede de especialistas, na seleção das startups que prosseguirão no processo até a Open Innovation Week.

Durante a Open Innovation Week, as startups que avançaram e os executivos seniores das empresas líderes conectadas se encontram para discutir parcerias, investimentos, contratos e outras maneiras de implementar soluções inovadoras em conjunto.

Mariana Mazzucato do SPRU - University of Sussex e Hélio Lemes Costa da Agência i9 da Unifal-MG

Parecerista no CIET:EnPed

Em 2018, teremos a quarta edição do CIET:EnPED (Congresso Internacional de Educação e Tecnologias / Encontro de Pesquisadores em Educação a Distância). O Prof. Dr. Hélio Lemes atua pela quarta vez consecutiva como parecerista na avaliação dos trabalhos inscritos para este evento que cresce em importância a cada ano.

Nesta edição, o CIET:EnPED se expandiu: deixa de ser Simpósio e torna-se Congresso. O evento SIED:EnPED torna-se, agora, CIET:EnPED. Em 2018, a temática central será “Educação e Tecnologias: inovação em cenários em transição” e, como nas outras edições, o evento será organizado em duas etapas, sendo uma virtual e outra presencial, possibilitando uma ampla participação de brasileiros de todo o país e, também, de outros países.

Assim, o CIET:EnPED busca proporcionar à comunidade da área (pesquisadores, professores universitários e da rede pública de educação básica, técnico-administrativos e estudantes de pós-graduação e graduação) a integração e o compartilhamento de ações que pesquisadores/instituições realizam para promover melhoria no ensino-aprendizagem na EaD ou presencial, por meio da incorporação de tecnologias digitais de informação e comunicação.

Para mais informações sobre o evento, visite o site oficial. E assista o vídeo de Daniel Mill, organizador do evento.

domingo, 8 de outubro de 2017

Startup Day: Smart Startups for Smart Cities



Este é o resumo da palestra proferida pelo Prof. Dr. Hélio Lemes Costa em um evento nacional do Sebrae chamado Startup Day: Cidades mais inteligentes precisam de startups mais espertas. Novas tecnologias têm criado ambientes melhores para a vida em comunidade. A cidade, o principal ambiente do nosso convívio, tem problemas de mobilidade, segurança, saúde, educação, limpeza e outros que podem ser resolvidos ou amenizados com aplicação de soluções baseadas em tecnologias inovadoras, que surgiram há poucos anos ou meses. Há um enorme potencial de inovação e empreendedorismo para quem quer solucionar os problemas da vida nas cidades. A sua startup está atenta a esse potencial e pronta para aproveitar essas oportunidades? Venha descobrir na palestra Smart Startups for Smart Cities.

Prof. Hélio L. Costa PhD
Professor, pesquisador, escritor e palestrante nas áreas de inovação e tecnologia, com atuação em gestão de tecnologia nos setores público e privado. É professor da Universidade Federal de Alfenas, campus Varginha, coordenador do mestrado em Administração Pública, pesquisador do Centro de Tecnologia da Informação Renato Archer e leciona na Escola Nacional de Administração Pública. Nerd e membro do ecossistema local de inovação de Varginha e região.

Assista o vídeo da palestra na íntegra abaixo:

segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Ecossistema Local de Inovação Prepara Agenda 2018

Integrantes do Ecossistema Local de Inovação de Varginha em reunião no Sebrae

No dia 23 de setembro os integrantes do Ecossistema Local de Inovação de Varginha se reuniram na sede regional do Sebrae para discutir as últimas atividades realizadas pelo grupo e preparar a agenda de trabalho de 2018.

Foi apresentada uma Pesquisa de Mapeamento de industrias de P&D Varginha, feita por empresa contratada pelo SEBRAE, Gauss com a contribuição do grupo de ativo:  Habitat do ELI (Alberane, Breno, Arrison) e o Relatório de Mapeamento do Ecossistema de Empreendedorismo, feito por Aline e Rafaela, pelo grupo de ativo Empreendedorismo.

Foi feito uma balanço sobre a realização do 3º Startup Weekend com os relatos dos participantes, incluindo o de Matheus Flauzino, integrante do grupo vencedor. Matheus também relatou ao grupo sobre a abertura de um capítulo regional do GDG - Google Develpers Group, o qual representa e que vai passar a promover atividades para integrar a agenda do Ecossistema. 

sábado, 9 de setembro de 2017

Debate sobre Smart Cities no 3º Hacktown


O Prof. Dr. Hélio Lemes foi convidado a participar de uma debate promovido no Fab Lab do Inatel no dia 8 de setembro. O convite partiu do Prof. Dr. Joel Rodrigues, que é pesquisador sênior daquela instituição e atuou como curador do evento, que tem o nome de EduTec&Cria. 

À medida que a urbanização mundial continua a crescer e a população total deverá dobrar até 2050, existe uma demanda crescente de ambientes inteligentes e sustentáveis que reduzam o impacto ambiental e ofereça aos cidadãos uma vida de alta qualidade. Neste EduTec&Cria foi discutido sobre o que uma cidade inteligente deve reunir. Para isso,  o debate contou com especialistas em tecnologia, governo e sociedade para discutir economia, mobilidade, meio ambiente, pessoas, vida e governança.

Outro integrante do debate foi Mark Stevens, gerente de pré-vendas da Ericsson, para o segmento de verticais, com foco em Segurança Pública, Transportes, Concessionárias e Governo. Anteriormente a esse cargo, foi gerente de operações na divisão de serviços gerenciados em diversos países, com mais de 20 anos de experiência na área de telecomunicações.

O tema tratado pelo Prof. Hélio foi de políticas públicas feitas por cidadãos em busca de cidades mais inteligentes. Esta foé a premissa para a apresentação que trouxe uma discussão sobre smart cities sob a perspectiva da governança e das pessoas, ao invés de focar apenas em tecnologia.


Como os cidadãos vão construir cidades mais inteligentes, quais regras precisam ser criadas para garantir direitos e obrigações dos governos municipais e das pessoas que vão conviver nas cidades em um futuro bem próximo, em que a tecnologia vai mediar diversas transações entre humanos.

Veja a apresentação do Prof. Hélio Lemes

sexta-feira, 8 de setembro de 2017

Falando sobre Experiência do Usuário na Internet das Coisas


No feriado de setembro aconteceu a terceira edição do Hacktown, um evento que envolve criatividade, educação, arte e tecnologia, realizado em quatro dias na cidade de Santa Rita do Sapucaí, MG, o chamado Vale da Eletrônica.

O Prof. Dr. Hélio Lemes foi convidado para participar pela terceira vez como palestrante e o tema escolhido para esta edição foi o Desafio da Interface na Internet das Coisas, ou UX em IoT - User Experience em Internet of Things.

Talvez o maior desafio da IoT (Internet of Things – Internet das Coisas) seja como criar interfaces simples e com boa usabilidade em equipamentos com baixa capacidade computacional e com tamanho, espaço e superfícies limitados. Uma solução pensada no passado e ainda não plenamente implementada são as redes de agentes inteligentes (smart agents networks), com processamento distribuído e que podem facilitar a comunicação entre o homem e os objetos que o cercam. Agentes inteligentes podem ser componentes rústicos (como um Raspberry) de baixa exigência computacional, que podem formar redes inteligentes, capazes de, colaborativamente, solucionar complexos problemas humanos. Uma palestra que trata de interação humano-computador, processamento distribuído, Internet das Coisas e do nosso futuro próximo, cercado de objetos inteligentes interconectados.

Assista a palestra na íntegra abaixo

sábado, 2 de setembro de 2017

Cooperação Unifal e Unifei

Os pesquisadores Paulo H. Santos, Profs. Drs. Hélio Lemes e Elzo Aranha na Unifei

Recentemente o Prof. Dr. Hélio Lemes foi convidado pelo Prof. Dr. Elzo Aranha da Unifei para participar de um projeto de pesquisa interinstitucional (Unifei-Unifal e outras instituições de Ciência e Tecnologia), atuando como líder na Unifal deste projeto, que visa o fortalecimento de uma cultura empreendedora.

Considera-se que este é o vetor norteador para impulsionar de um lado, a inovação aberta e o desenvolvimento de novos negócios nas empresas e de outro, modelos de cidade emergentes (Empreendedoras, Criativas, Inovadoras e Inteligentes), contribuindo para transformar o perfil da economia do Estado de Minas Gerais, de economia extrativista em economia do conhecimento.

Segundo o Plano Mineiro de Desenvolvimento Integrado (PMDI), "o setor produtivo mineiro apresenta baixa intensidade inovativa e é débil a interatividade com os setores acadêmico e científico". A Rede de Pesquisa Científica, Tecnológica e de Inovação de Tecnologias de Cidade constituída pelas Universidade Federal de Itajubá, Universidade Federal de Alfenas, Universidade Federal de Lavras e Instituto Federal de Educação do Sul de Minas Gerais, denominada Centro Nacional de Tecnologias de Cidade (CNTC) articulada em torno de dois projetos/eixos temáticos tem o objetivo geral de produzir conhecimentos científicos, desenvolver tecnologias e de inovação, no campo da inovação aberta e modelos de negócios e no campo dos modelos emergentes de cidade (Empreendedoras, Criativas, Inovadoras e Inteligentes).

Os produtos gerados na presente proposta preencherão lacunas existentes na literatura acadêmica brasileira nacional e internacional e produzirão implicações práticas e impactos inovadores nas empresas e modelo de cidade. O projeto/eixo temático 1 - Inovação Aberta e Configurações de Modelo de Negócio tem o escopo de examinar as práticas de inovação aberta em conexão com configurações de processo de modelo de negócio nas empresas brasileiras situadas em cidades, ecossistema/habitats de inovação ou em parque de ciência e tecnologia. O projeto/eixo temático 2 - Configurações de Processo de Modelos de Cidades Emergentes (Empreendedoras, Criativas, Inovadoras e Inteligentes) está circunscrito `investigar modelos emergentes de cidade, apoiada no paradigma do empreendedorismo.


quarta-feira, 30 de agosto de 2017

Missão Técnica do Sebrae em Tiradentes

A unidade do Sebrae de Varginha organizou uma missão técnica de dois dias ao município de Tiradentes-MG, durante o tradicional festival cultural e gastronômico realizado há 20 anos naquela cidade. O festival é multifacetado, contando tanto com atividades artísticas, como musicais, artes plásticas e dança, como gastronômicas como culinária, enologia, nutrição, etc.


A missão envolveu pessoal técnico, empresários e empreendedores de Varginha e cidades vizinhas, incluindo Hélio Lemes, que tiveram reuniões com a organização do evento, com a associação comercial do município, visitaram os locais de interesse, com o objetivo de aprendizado sobre o perfil empreendedor bastante evidente no município e do ponto de vista da organização de um evento de grande porte, que atrai milhares de turistas todos os anos à cidade e que movimenta 12 milhões de reais a cada edição.


O município de Varginha também realiza há 3 anos um festival semelhante, o Festival Gourmet e Cultural, e a missão técnica a Tiradentes levou aprendizado e inspiração aos empresários, que vão aprimorar as atividades realizadas em Varginha na edição de 2018.  



 

segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Mentoria no Hackathon Educação Varginha

O Prof. Dr. Hélio Lemes foi convidado pela organização para participar como mentor em um evento na área de educação realizado pelo Unis-MG, em Varginha. Trata-se do Hackathon Educação e esta foi a primeira edição, com a participação do Sebrae, da Secretaria Municipal de Educação e do Ecossistema Local de Inovação, do qual o professor é membro ativo.  


A dinâmica do Hackathon é 100% colaborativa. Trata-se de uma maratona que permite aos participantes compartilhar experiências educacionais, conectar-se com outras pessoas (formar redes), vivenciar práticas educativas inovadoras e, por fim, cocriar projetos benéficos para uma nova educação. “As interações colaborativas podem trazer olhares inovadores para construir novos rumos para a educação.”, segundo a organização do evento.


A "maratona" de dois dias contou com mais de 60 professores e demais profissionais de educação, da rede pública e privada, foi composta por palestras sobre as dimensões educacionais e empreendedoras, apresentando conteúdos como pitch, canvas, protótipo, insight, MVP e validação de protótipo. No encerramento as diversas equipes apresentaram soluções para educação que podiam ser tanto produtos como serviços pensados de acordo com os problemas reais da educação nacional e local.


sexta-feira, 23 de junho de 2017

Painel sobre Inovação no Ecossistema Local de Inovação em Alfenas

Painel sobre inovação na Unfal - Alfenas- com Higor Paz, Yago Ananias e Hélio Lemes

O Prof. Hélio Lemes participou de painel que discutiu questões relativas à inovação nos níveis nacional e local, durante evento promovido pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (SEDECTES), com a presença do Secretario Estadual Miguel Correa e do Subsecretário de Ciência, Tecnologia e Inovação Leonardo Dias.

O evento itinerante chegou a Alfenas na última quinta-feira e ambiciona levar a tecnologia, ciência e inovação para a população, além de suscitar debates acerca desses temas. Almeja reunir cidadãos que se interessem por inovação e que desejam ter um papel ativo nas transformações do município nos próximos anos.

“Aumentar os resultados com menos custo, esse é o papel da startup. Queremos o quanto antes unir esses dois mundos para mudar a economia do nosso Estado”, afirma o subsecretário Leonardo Dias. Essa nova economia tem surgido e Minas Gerais está na busca da potencialização de suas atividades.

O painel foi mediado por Yago Ananias, agente estadual no Ecossistema Local de Inovação de Alfenas e contou com a participação do Advogado Higor Paz, consultor empresarial do Escritório Costa Patrício Advogados e Consultores.

O Minas Digital Talks possui o objetivo de fomentar a missão de transformar Minas Gerais no melhor estado para empreender e inovar.

quinta-feira, 22 de junho de 2017

Unifal visita a Inbatec e InovaCafé na UFLA


No dia 20 de junho o Prof. Hélio Lemes realizou visita à incubadora de empresas de base tecnológica Inbatec e à InovaCafé, ambas na UFLA - Universidade Federal de Lavras, com objetivo de estreitar o relacionamento entre as áreas de inovação dessa universidade com a Unifal-MG.


Durante a visita o Prof. Hélio, que representa a Agência de Inovação da Unifal - i9 - no campus de Varginha, se reuniu com o assessor de empreendedorismo e inovação da UFLA, Prof. Luiz Gonzaga de Castro Junior, docente do Programa de Pós-graduação em Administração.

O Prof. Gonzaga também é o coordenador do Centro de Inteligência em Mercados (CIM), pesquisador líder do Bureau de Inteligência Competitiva do Café, coordenador de projetos vinculados ao Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia do Café (INCT-Café) e ao Polo de Excelência do Café (PEC Secretaria de Ciência e Tecnologia de Minas Gerais).

O café, apesar de importância econômica que representa para a região ainda não é alvo constante de pesquisas sob o enfoque das ciências sociais aplicadas. O estreitamento de relações com a UFLA, que já tem vasta experiência na pesquisa de café, pode abrir espaços para se analisar este importante objeto de pesquisa sob o olhar interdisciplinar, englobando as ciências exatas e da terra com as ciências econômicas, atuariais e administrativas.

Professor da Unifal faz palestra na Campus Party

Prof. Hélio Lemes falando sobre tecnologia na Campus Party Brasília

Cerca de 70 mil pessoas passaram pelo Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília, de 14 a 18 de junho. Foram conferir a primeira Campus Party do Distrito Federal. No palco principal e secundários, palestrantes nacionais e internacionais garantiram o alto nível do evento.

Esta edição contou com a participação de Richard Stallman, fundador da Free Software Foundation; o engenheiro da NASA Gabe Gabrielle; Matthew F Reyes, consultor da NASA; Ricardo Cappra, cientista de dados que participou de projetos para Barack Obama, Microsoft, Globo, etc; Horst Hörtner, artista multimídia, criador de show de drones, pesquisador e expert em design de interação humano-computador e Hélio Lemes, professor da Unifal, especialista em inovação e tecnologia.

A palestra do Prof. Hélio abordou a Internet das Coisas e como os humanos vão interagir com os objetos que estarão todos conectados, trocando informações entre si e resolvendo nossos problemas do dia a dia. O título da palestra foi "A Experiência do Usuário na Internet das Coisas" (UX in IoT) e uma das propostas apresentadas pelo palestrante para resolver o problema da interação humano-computador foi a abordagem da Calm Technology: menos interrupções e menos stress para os usuários. Uma vez que os computadores estarão onipresentes, que sejam então imperceptíveis, trabalhando a nosso favor e não criando distrações inúteis para o nosso cotidiano.

Mais informações sobre a palestra no site da Campus Party.

Mais fotos:
Hélio Lemes com o fundador da Campus Party, Paco Ragageles

 Banner da palestra UX na IoT




Hélio Lemes com o senador Cristovam Buarque



terça-feira, 13 de junho de 2017

Campus Party: O Desafio da Interface na Internet das Coisas

Palestra: O Desafio da Interface na Internet das Coisas

Talvez o maior desafio da IoT (Internet of Things – Internet das Coisas) seja como criar interfaces simples e com boa usabilidade em equipamentos com baixa capacidade computacional e com tamanho, espaço e superfícies limitados. Uma solução pensada no passado e ainda não plenamente implementada são as redes de agentes inteligentes (smart agents networks), com processamento distribuído e que podem facilitar a comunicação entre o homem e os objetos que o cercam. Agentes inteligentes podem ser componentes rústicos (como um Raspberry) de baixa exigência computacional, que podem formar redes inteligentes, capazes de, colaborativamente, solucionar complexos problemas humanos. Uma palestra que trata de interação humano-computador, processamento distribuído, Internet das Coisas e do nosso futuro próximo, cercado de objetos inteligentes interconectados.

Prof. Hélio Lemes Costa, PhD Pesquisador colaborador do Centro de Tecnologia da Informação Renato Archer, Professor e Coordenador do Mestrado em Administração Pública do Instituto de Ciências Sociais Aplicadas da Unifal-MG, Doutor em Engenharia de Produção pela UFSCar e Mestre em Engenharia de Produção pela UFSC. Graduado em Computação e Administração. Palestrante com experiência internacional na área de Inovação e Tecnologia, autor de 4 livros sobre tecnologia e educação. Possui no currículo duas passagens pela Campus Party (2013 e 14) e um Tedx (Inatel, 2014).

A palestra acontece na sexta-feira (16) às 14:30 e terá transmissão pelo site do evento.

sexta-feira, 2 de junho de 2017

Concurso Inovação no Setor Público

O Prof. Dr. Hélio Lemes costa foi convidado pela Enap, Escola Nacional de Administração Pública, para ser avaliador das iniciativas inovadoras que concorrem no Concurso Inovação no Setor Público, que é promovido anualmente, desde 1996, pela Enap, em parceria com o Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MP).

"A premiação valoriza as equipes de servidores públicos que, comprometidos com o alcance de melhores resultados, dedicam-se a repensar atividades cotidianas por meio de pequenas ou grandes inovações que gerem melhoria na gestão das organizações e políticas públicas, contribuam para o aumento da qualidade dos serviços prestados à população e tornem mais eficientes as respostas do Estado diante das demandas da sociedade", segundo a Enap.

Nesta 21ª edição do concurso estão contempladas inovações realizadas na esfera estadual e no distrito federal além da esfera federal e também serão premiadas ideias inovadoras, além das ações já implementadas e com resultados apurados.

O professor, que atua como conselheiro da agência de inovação da Unifal, i9, já tem longa parceria com a Enap, sendo instrutor de seus cursos na área de gestão e revisor de artigos da Revista do Serviço Público, publicação da Escola e uma das mais tradicionais revistas científicas na área no Brasil.

Foram selecionados avaliadores que possuem comprovada experiência técnica profissional, em instituição pública ou privada ou em qualquer entidade ou organização da sociedade civil cujas atividades se relacionam às temáticas de inovação e políticas públicas. Os avaliadores passam por um treinamento em Brasília na próxima semana para depois julgarem as iniciativas.

A participação no Concurso Inovação, na condição de avaliador, é considerada prestação de serviço público relevante, contribuindo para a melhoria constante da oferta de serviços públicos melhores e mais eficazes à população brasileira.




Da ENAP, Pres. Francisco Gaetani e Dir. de Inovação Guilherme Almeida. Da Unifal, Prof. Hélio Lemes